[Review] Desbravando a Hamburgueria 88

image

foto de @hamburgueria88

Acho que uma das minhas comidas favoritas é hambúrguer. Sempre que sei que abriu alguma nova pela cidade, tento ir e ver a qualidade do produto.

Mesmo quando reduzi o consumo pão, continuei indo às hamburguerias daqui de Fortaleza e pedindo o prato. De tanto pedir pra tirarem o pão, até fiquei conhecida como a menina do pedido sem pão. Era chegar e o garçon já me cumprimentar com aquele sorriso de canto de boca

image

Foto do google imagens

.

A primeira vez que ouvi falar da Hamburgueria 88 foi quando um amigo comentou que finalmente tínhamos um lugar com comida boa perto de casa. Isso porque perto de onde eu moro são poucas as opções que fogem das churrascarias.

Catei o endereço no google e fomos lá conferir o prato. Uma coisa que me chamou atenção logo de cara é que eles estavam perto de encerrar o funcionamento do dia, já eram 22h40 (eles funcionam até as 23h), e mesmo assim nos atenderam super bem.

image

Os hambúrgueres podem ser pedidos de forma individual ou em combos com batata e refrigerante. Até aí, tudo igual à maior parte dos lugares, não é? A diferença está no preço e na qualidade do produto que eles servem.

Os combos não superam os R$25,00 e os sanduíches saem por valores entre R$14,00 e R$18,00. Se a gente pensar que na maioria das lanchonetes da cidade esse valor do combo não paga nem o sanduba mais barato do cardápio, a vantagem fica mais evidente.

Pedi o Melts, que vem no pão australiano com bacon e cream cheese, e o namorado pediu o American, que vem com cheddar, cebola caramelizada, bacon e molho barbecue. Carne macia e suculenta, ponto do bacon perfeito e temperos na medida.

O ambiente deles é bem informal e descontraído, com mesinhas vermelhas e cadeiras na calçada, música com uma pegada rockabilly. O atendimento atencioso e gentil. A única coisa que não gostei foi deles não disporem de talheres ou louças, o que me impossibilitou de tirar o pão. Pão esse que, por sinal, estava bem gostoso. #vaigordinha

Que a nutri não leia, mas ele já virou uma das opções de jantar aqui em casa pro fim de semana 🐷.

Serviço
Hamburgueria 88 – @hamburgueria88
Rua Professor Nogueira, 88 – Parquelândia

Anúncios

Bolo de Coco sem glúten

image

Domingo à tarde pede por um bolinho com café pra fechar o fim de semana com chave de ouro.

Vi a receita de um bolo de coco no site da tastemade e resolvi adaptar com os ingredientes que eu tinha em casa. O resultado foi um bolo macio e fofinho, que devoramos com um café fresquinho no domingo.

image

Bolo de Coco sem glúten
Ingredientes
4 ovos
1 xícara de adoçante culinário (ou equivalente)
1 xícara de coco ralado não adoçado
100g de manteiga em temperatura ambiente
1 e 1/2 xícara de leite
1 xícara de farinha de arroz
1/2 xícara de fécula de batata
1 colher de café de goma xantana
1 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal
2 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de coco ralado não adoçado

image

Modo de Fazer
1. Pré-aqueça o forno em temperatura média.
2. Numa forma de silicone, despeje as duas colheres de mel e as duas colheres de coco ralado. Distribua tudo na forma de modo a preencher toda a forma. Reserve.
3. Separe as claras das gemas. Leve as claras à geladeira.
4. Numa tigela, junte o adoçante, as gemas, o coco ralado e a manteiga. Misture bem até formar uma massa homogênea.
5. Acrescente a fécula de batata e meia xícara de leite. Mexa bem até integrar tudo.
6. Coloque a farinha de arroz, a goma xantana e o restante do leite. Mexa tudo até ficar uma massa bem homogênea.
7. Acrescente o fermento e a pitada de sal. Misture bem.
8. Retire as claras da geladeira e bata até que fiquem em ponto de neve.
9. Misture a massa e as claras com uma espátula, integrando delicadamente os ingredientes.
10. Despeje a massa na forma de silicone e leve ao forno por cerca de 40 minutos ou até que você enfie o palito e saia limpo.

Dicas Pra Lamber os Dedos

1. Se você não tiver forma de silicone, pode usar uma forma comum. Basta que você unte a forma com manteiga e farinha de arroz antes de espalhar o mel e o coco.
2. Se você quiser, pode substituir a fécula de batata, a goma xantana e a farinha de arroz por farinha de trigo. Assim, coloque 1 e1/2 xícaras de farinha de trigo.
3. A goma xantana faz o papel do glúten na massa e ajuda a deixar o bolo fofinho. Ela é vendida em casas de produtos naturais ou em supermercados, naquelas seções de produtos integrais e de dieta.
4. Se quiser, pode acrescentar 1 colher de chá de essência de baunilha para perfumar ainda mais a massa.
5. A farinha de arroz é vendida também na seção de produtos naturais nos supermercados. Costumo comprar 1kg por R$4,00.
6. Se você quiser, pode substituir o leite de vaca por leite vegetal.

Espero que vocês tenham gostado da receita 🙂

Domingo de suco verde

image

Tem gente que ironiza a ~moda do suco verde~ e sua onipresença nos perfis fitness/vida mara por aí.

Realmente há um certo exagero sobre os ~poderes~ dessa bebida. Só que a gente não pode ignorar que, tomando com critério e combinando com uma alimentação equilibrada, essa belezinha pode ser um baita aliado pra saúde.

Ultimamente tenho tentado equilibrar as coisas por aqui. Então, como ontem foi dia de farrinha gastronômica, hoje a gente ajusta tudo e começa o dia complementando o café com um belo copo de suco verde de abacaxi.

Suco Verde de Abacaxi
Ingredientes
200ml de água gelada
80g de abacaxi (duas rodelas)
2 folhas de couve-manteiga
1 moedinha de gengibre

Modo de Fazer
1. Lave a couve e retire o talo.
2. Descasque o gengibre.
3. Descasque e corte o abacaxi.
4. Num liquidificador bata o abacaxi, a couve, o gengibre e a água.
5. Sirva sem coar e sem adoçar.

Dicas Pra Lamber os Dedos
1. Você pode substituir o abacaxi por outra fruta cítrica, como tangerina ou limão.
2. Se não tiver gengibre fresco, pode usar uma colher de chá de gengibre em pó.
3. A combinação de folhas verdes escuras e cítricos é ótima para a saúde, segundo minha nutricionista.

[Review] Sábado de franguinho apimentado

image

Tem dias em que a gente olha a comida de casa e ela não desperta muita vontade. Seja pela ~safadeza~ inerente aos fins de semanas e a vontade de comer algo que fuja do papel da dieta, seja pela vontade de sair e explorar um local novo na cidade.

Outro dia vi uma postagem de um amigo falando sobre um lugar chamado Oppa Dak. A foto despertou minha vontade e chamei o namorado para vermos qual era a do lugar, que tem culinária coreana.

image

No perfil deles no instagram não havia hora de funcionamento, mas resolvemos arriscar. Ao chegar lá, por volta das 15h30, os funcionários ainda ajeitavam a casa, que abre às 16h. No entanto, gentilmente, disseram que se quiséssemos poderíamos ficar nas mesas externas. Como a tarde estava fresquinha por causa da chuva, topamos ficar ao ar livre.

Especializado em frango empanado frito com temperos coreanos, o cardápio traz 4 variações do prato. São dois tamanhos de porções: uma porção que serve 2 pessoas e custa R$50, e uma porção para 3 pessoas que custa R$80. Escolhemos o frango apimentado e o temperado com alho.
image

Quando a porção chegou, nos surpreendemos com a fartura do prato, o que já foi um ponto bem positivo. Ela nos serviu muito bem. Além do frango, vinha batata frita, nabo em cubinhos e uma salada verde com molho à parte.

image

Adorei o tempero do prato e o equilíbrio dos sabores. Eu, que não sou lá muito chegada a pimenta, curti bastante a leve picância da porção temperada com alho. Outra coisa que chamou minha atenção foi que, apesar de ser um prato bastante condimentado, não estava salgado. Os sabores se complementavam na medida. Ah, e o atendimento foi ótimo, nos deixando bem satisfeitos. Um lugar que adorei e já quero voltar.

Serviço
Oppa Dak Bar – @oppadakbr
Rua Canuto Aguiar, 1449 – Varjota, Fortaleza

Acho que é um retorno (ou, há quanto tempo sumi daqui)

Olá, amiguinho, tudo bem? Nossa, tem muito tempo que não posto nada por aqui. Fui responder comentários hoje e percebi duas coisas: 1) sinto muitas saudades de postar no blog e dividir as receitas, opiniões e impressões com vocês; 2) muita coisa mudou na minha vida desde a última postagem.

image

Largada na #vidabandida

Desde a minha última postagem, algumas coisas mudaram bastante na minha vida. E seria absurdo dizer que essas mudanças não afetaram a minha cozinha.

Algumas mudanças foram bem positivas, como a inclusão de mais alimentos naturais no meu prato. Outras mudanças, como a foto acima entrega, dizem respeito a pequenas ~safadezas~ que vez por outra passam por aqui por casa. No entanto, a grande mudança foi com relação à frequência com que cozinho coisas novas/diferentes.

Quando fiz o blog, o propósito era justamente dividir toda a minha imersão pelo mundo da culinária, das receitas, e da relação de afeta que abraça a comida. A gente bem sabe que comida não é só uma questão de necessidade fisiológica. Eu, por exemplo, preciso me emocionar com o que eu preparo, com o que eu como, zelar pela apresentação do prato… E confesso pra vocês que, durante esse ~ano sabático~ que tirei, um dos motivos e ir deixando de postar foi a perda da emoção que me motivava.

Talvez pela própria rotina que foi tragando minhas energias ou talvez por ter dado um tempo na vida fitness hardcore, não sei ao certo, só sei que naquele momento não estava conseguindo ser espontânea. E se é pra ser forçado, não tem graça, né?!

Mas sempre que voltava aqui pra responder os comentários, a saudade batia e me prometia voltar. Coloquei até como promessa de ano novo!

E eis que hoje, calhando com meu retorno oficial à dedicação com a dieta, tinha comentário aqui e aquela luzinha voltou a se acender dentro de mim. A vontade de voltar a habitar esse espaço bateu forte! Por isso, eis-me aqui 🙂

5 canais legais no youtube

Não sei vocês, mas eu adoro ficar vendo receitas no youtube. Quando estava morando sozinha, fazia uma playlist e ficava assistindo enquanto cozinhava. É impressionante o quanto de conteúdo legal a gente pode encontrar por lá, sem falar na qualidade dos vídeos, que são de encher os olhos!

Uma amiga que está começando agora no mundo da cozinha, me pediu algumas dicas de canais de receitas saudáveis e resolvi compartilhar com vocês a lista que fiz pra ela.

1. Cozinha Low Carb

Esse canal é feito pela chefe Amabile Kolenda e tem como foco receitas gostosas, funcionais e com baixo teor de carboidratos. As receitas dela são bem simples e com ingredientes naturais, por isso adoro os vídeos.

2. Pat Feldman – Crianças na Cozinha

Apesar do título, o trabalho da Pat Feldman é importante não apenas para as crianças, mas para a família inteira. O foco dela não é dieta nem receitas adaptadas, mas em como fazer comida saudável e de verdade. Ela ensina a fazer desde o básico feijão com arroz até o ketchup caseiro original. Tanto a Pat quanto o marido dela, conhecido como Dr. Enxaqueca, tem um trabalho incrível sobre o papel da alimentação para a melhora e preservação da saúde. Além do canal no youtube, acho bacana dar uma lida no blog dela: http://pat.feldman.com.br/

3. Presunto Vegetariano

Para os amigos vegetarianos, esse canal é puro deleite. Com receitas rápidas e criativas, o pessoal do Presunto Vegetariano mostra que dá pra ir além da salada. São muitas receitas vegetarianas e também veganas para expandir os limiares gustativos de quem quer ingressar por esse universo.

4. Comer, treinar e amar

O canal é feito pelo casal Rafael e Paola. Eles apresentam dicas de treinos e vida saudável, e também receitas bem gostosas, rápidas e feitas com ingredientes naturais. Uma coisa massa das receitas que eles apresentam no canal é o fato de ter muita coisa sem glúten e sem lactose.

5. Lactose Não

Esse canal é voltado para aqueles que tem intolerância à lactose e procuram alternativas para levar uma vida normal, consumindo coisas gostosas feitas com ingredientes alternativos ao leite. Uma coisa bem legal é que também tem muita receita de coisas sem glúten. Ele é feito pela Flávia, do blog www.lactosenao.com.

Espero que vocês tenham curtido a seleção de canais! Vocês conhecem outros canais legais? Deixem nos comentários a sugestão, que depois monto um outro post com as indicações 😀

Beijos!

Georgia

Bolo de Cenoura e Mel pra retornar

Oi gente,

Nossa, como tem tempo que não venho aqui postar nada! A rotina foi me engolindo, as receitas rareando e as obrigações aumentando. Ensaiei voltar algumas vezes, mas não deu muito certo. Agora resolvi voltar mesmo em meio a um mundo de coisas acontecendo.

E para esse retorno resolvi trazer uma receitinha que fiz tem um tempo: bolo de cenoura com mel. Bolinho simples, molhadinho para comer de lanche da tarde quentinho com um pouco de mel e canela por cima. Amo cenoura, amo bolo de cenoura e o cheiro que fica na casa quando o bolo está no forno, o perfume maravilhoso… hummm!!

Espero que vocês gostem!

Bolo de Cenoura e Mel

Ingredientes

5 ovos

2 cenouras médias

3 colheres de manteiga

1/2 xícara de mel de abelha

1/4 de xícara de leite de coco

1 xícara de farinha de arroz

1 xícara de farinha de castanha

1 colher de sopa de psyllium ou farinha de linhaça

1 colher de sopa de fermento em pó

 

Modo de Fazer

1. Pré-aqueça o forno em 180 graus.

2. Unte uma forma retangular média com manteiga ou óleo de coco. Reserve.

3. No processador, bata os ovos, o mel, a manteiga e as cenouras lavadas e sem casca, caso não sejam orgânicas. Bata até virar um creme homogêneo.

4. Acrescente o leite de coco. Bata um pouco.

5. Adicione a farinha de arroz e a farinha de castanha. Bata bem até misturar bem.

6. Adicione o psyllium (ou a linhaça) e bata bem.

7. Por fim, acrescente a colher de fermento e bata rapidamente, apenas para misturar.

8. Despeje a massa na forma e leve ao forno médio por 30 minutos ou até que esteja firme e dourado.

9. Depois é só se deliciar 😀

 

Dicas Pra Lamber os Dedos

1. Para quem quer fazer receitas sem glúten, a farinha de arroz é uma boa opção, porque consegue dar a textura “fofinha” que a gente gosta em coisas feitas com trigo.

2. A farinha de castanha pode ser substituída por farinha de amendoim ou por coco ralado, ou ainda por farinha de coco.

3. Se gostar de uma massa mais temperada, você pode acrescentar 1 colher de sobremesa de canela em pó na massa do bolo.

4. Eu usei mel na receita, mas se você preferir pode usar adoçante culinário ou mesmo açúcar demerara. A proporção é

5. Esse bolo fica delicioso com uma coberturinha de mel e canela. Coma quentinho acompanhado de um cafézinho 😀 Coma geladinho com pasta de amendoim, também fica bom. Coma só ele, que fica bom também ahahha 😀

6. Bom estar de volta!