Bolo de Cenoura e Mel pra retornar

Oi gente,

Nossa, como tem tempo que não venho aqui postar nada! A rotina foi me engolindo, as receitas rareando e as obrigações aumentando. Ensaiei voltar algumas vezes, mas não deu muito certo. Agora resolvi voltar mesmo em meio a um mundo de coisas acontecendo.

E para esse retorno resolvi trazer uma receitinha que fiz tem um tempo: bolo de cenoura com mel. Bolinho simples, molhadinho para comer de lanche da tarde quentinho com um pouco de mel e canela por cima. Amo cenoura, amo bolo de cenoura e o cheiro que fica na casa quando o bolo está no forno, o perfume maravilhoso… hummm!!

Espero que vocês gostem!

Bolo de Cenoura e Mel

Ingredientes

5 ovos

2 cenouras médias

3 colheres de manteiga

1/2 xícara de mel de abelha

1/4 de xícara de leite de coco

1 xícara de farinha de arroz

1 xícara de farinha de castanha

1 colher de sopa de psyllium ou farinha de linhaça

1 colher de sopa de fermento em pó

 

Modo de Fazer

1. Pré-aqueça o forno em 180 graus.

2. Unte uma forma retangular média com manteiga ou óleo de coco. Reserve.

3. No processador, bata os ovos, o mel, a manteiga e as cenouras lavadas e sem casca, caso não sejam orgânicas. Bata até virar um creme homogêneo.

4. Acrescente o leite de coco. Bata um pouco.

5. Adicione a farinha de arroz e a farinha de castanha. Bata bem até misturar bem.

6. Adicione o psyllium (ou a linhaça) e bata bem.

7. Por fim, acrescente a colher de fermento e bata rapidamente, apenas para misturar.

8. Despeje a massa na forma e leve ao forno médio por 30 minutos ou até que esteja firme e dourado.

9. Depois é só se deliciar 😀

 

Dicas Pra Lamber os Dedos

1. Para quem quer fazer receitas sem glúten, a farinha de arroz é uma boa opção, porque consegue dar a textura “fofinha” que a gente gosta em coisas feitas com trigo.

2. A farinha de castanha pode ser substituída por farinha de amendoim ou por coco ralado, ou ainda por farinha de coco.

3. Se gostar de uma massa mais temperada, você pode acrescentar 1 colher de sobremesa de canela em pó na massa do bolo.

4. Eu usei mel na receita, mas se você preferir pode usar adoçante culinário ou mesmo açúcar demerara. A proporção é

5. Esse bolo fica delicioso com uma coberturinha de mel e canela. Coma quentinho acompanhado de um cafézinho 😀 Coma geladinho com pasta de amendoim, também fica bom. Coma só ele, que fica bom também ahahha 😀

6. Bom estar de volta!

Bolinho Ligeiro de Chocolate

Na minha família, todo mundo ama bolo. Seja bolo fofo, bolo mole, bolo cremoso, bolo de rolo… Bem, vocês entenderam. Vez por outra minha irmã me liga pedindo preu fazer um bolo pra ela, como é o caso do bolo de pêra que ela ama. Quando não, é minha mãe quem chega pedindo por uma doçurinha para tomar com café no fim da tarde.

Esse foi o caso desse bolinho de hoje: mamãe tava com desejo de bolo de chocolate para comer no lanche dela. Pensei num jeito de agradar minha mãe e ainda resultar numa receita amiga de cintura et voilà! Saiu esse bolinho super rápido de fazer.

 

Bolinho Ligeiro de Chocolate

Ingredientes

3 ovos

3 colheres de sopa de cacau em pó

2 colheres de farinha de castanha de caju

2 colheres de farinha de linhaça dourada

1 colher de manteiga

2 colheres de adoçante

1 colher de chá de fermento

 

Modo de fazer

1. Pré-aqueça o forno.

2. Bata os ovos bem batidos, até que dupliquem de tamanho. Usei o processador, mas pode usar batedeira.

3. Misture os demais ingredientes, menos o fermento.

4. Bata bem batido.

5. Acrescente o fermento.

6. Bata bem.

7. Despeje numa forma untada com manteiga ou numa de silicone.

8. Leve ao forno por cerca de 20 minutos ou até estar firme ao toque.

 

Dicas pra Lamber os Dedos

1. Essa receita pode ser consumida por quem faz dietas com restrição de glúten.

2. Ela também é baixa em quantidade total de carboidratos por porção.

3. Se você tiver problemas com manteiga, pode substituir por óleo de coco ou azeite.

4. Se quiser, pode substituir uma das colheradas de farinha de castanha de caju por psyllium. Ele aumenta o teor de fibras da receita e ainda deixa o bolinho mais fofinho.

5. Como não leva leite, essa receita é lacfree 🙂

6. Se quiser usar achocolatado, veja a necessidade de adoçante, já que o achocolatado já vem adoçado e contém leite na composição.

7. Se quiser, pode acrescentar 1 colher de chá de essência de baunilha na massa. Isso vai dar um perfume delicioso.

8. Pode acrescentar também canela em pó =)

9. Quando fizer o bolo, posta a foto no instagram e me marca com a tag #pralamberosdedos 🙂

10. Se quiser, me segue no instagram que sempre rola uma diquinha ou receitinha rápida por lá: @jorjacruz

Panetone sem açúcar :)

image

De todas as comidas de natal, uma das minhas favoritas é panetone. Lembro de um ano em que começamos a comer panetone em outubro e só paramos em janeiro. E eu adorava 😀 Panetone de frutas, de chocolate, com nozes, trufado, enfim. Quando eu era criança, ficava implorando à minha mãe para fazer ou comprar. Ano passado foi o primeiro ano que fiquei sem comer panetone, porque parei de comer açúcar e os zero açúcar esgotaram das lojas. Fiquei na vontade, no desejo e com um plano de fazer meu próprio panetone esse ano.

Pra compensar minha ausência aqui no blog, resolvi compartilhar com vocês meu panetone delícia ;D Receitinha da série “sem açúcar e com afeto”.
image

Daí fui no comércio e comprei forminha, fermento, farinha, chocolate… Tudo que ia ser necessário para o momento panetone do ano. Ah, e me muni de coragem, ergui uma prece a Deus e torci para dar tudo certo. E deu muiiito certo mesmo! Além do orgulho de ir fazendo passo a passo algo que eu sempre jurei ser complicado ou bem dizer impraticável de fazer em casa. Essa receita eu adaptei do site da Tal e Qual. Ela rende um panetone grande de 500g ou 10 panetones pequenos de 50g, que foi o que eu fiz 🙂 Você pode rechear como preferir e se quiser pode fazer cobertura de chocolate diet. Aqui em casa tá fazendo sucesso de público e crítica 🙂
image

Panetone sem Açúcar

Ingredientes:

Esponja:

10g de fermento biológico fresco ou meio sachê de fermento biológico seco

3 colheres da de sopa de farinha de trigo

3 colheres de água em temperatura ambiente

Massa:

1 e 3/4 de xícara de farinha de trigo

2 e 1/2 colheres de adoçante culinário

3 colheres de leite em pó

4 colheres das de sopa de manteiga com sal

1 ovo

2 gemas

1 pitada de sal

Raspas de casca de laranja

1 colher das de chá de essência de panetone (facultativo)

1 xícara de uvas passa

75g de chocolate diet (1/2 barra grande ou 3 barrinhas da pequena)

Suco de uma laranja (a mesma que você raspou a casca)
image

Modo de Fazer:

1) O primeiro passo é preparar o fermento. Numa tigelinha você mistura os 10g de fermento biológico fresco (que é 1 tabletinho) ou o 1/2 pacotinho de fermento biológico seco, as 3 colheres de farinha de trigo e 3 colheres de água. Mistura bem mesmo e tampa. Reserva por uns 20 minutos, que ele vai crescer e formar as bolhas de ar para a massa.

2) Enquanto o fermento ativa, você prepara os demais ingredientes. Na tigela com a batedeira desligada você colocará a farinha de trigo, de preferência peneirada.

3) Acrescente o adoçante e a manteiga.

4) Coloque o ovo e as gemas.

5) Coloque o leite em pó.

6) Adicione a pitada de sal.

7) A essência de panetone.

8) Metade do suco de laranja.

9) Adicione o fermento e com o batedor de massas pesadas comece a bater lentamente.

10) Quando tudo estiver bem incorporadinho, vá aumentando a velocidade.

11) Acrescente o restante do suco de laranja e bata por 15 minutos.

12) Enquanto a massa bate, separe as uvas passa e pique o chocolate em quadradinhos.

13) Com a batedeira ainda ligada vá despejando as uvas passa e o chocolate.

14) Bata mais um pouco para incorporarem na massa.

15) Despeje na forma de papel e deixe descansar por 40 minutos em local úmido e quente.

16) Enquanto a massa descansa, acenda o forno em 180º para ir aquecendo bastante.

17) Após os 40 minutos, a massa terá dobrado de tamanho. Leve o panetone ao forno e espere assar até que a superfície esteja douradinha.

18) Depois de douradinha, apague o forno e faça a dancinha da vitória 😀 Você fez seu próprio panetone!
image

Dicas pra lamber os dedos:

1) Se você tiver como usa o fermento fresco, recomendo fortemente. Eu revirei todos os supermercados das proximidades e não achei, daí usei o fermento seco mesmo e funcionou muito bem.

2) Se não tiver essência de panetone, não tem problema. Faz sem ela, fica bom do mesmo jeitinho.

3) Os meus eu fracionei a massa em 10 porções. A medida para encher as forminhas é que a massa fique da altura de 1 dedo ou 1/3 do tamanho da forma que você quer usar, porque a massa vai crescer na fermentação e no cozimento. Se a forma estiver muito cheia, vai transbordar e não vai ser tão legal.

4)Comprei minhas forminhas de papel numa dessas casas de coisas pra confeitaria, festas. Paguei r$1,00 pelas 10 forminhas 🙂

5) Se você não gosta de uva passa, é só tirar a uva passa e dobrar a proporção de chocolate. Assim vira chocotone delícia 😀 Aliás, pode colocar quanto chocolate você quiser, já que o panetone/chocotone é seu 😀 E se quiser trufado é só colocar uma camada de chocolate no meio da massa na hora de encher as forminhas.

6) Usei chocolate ao leite com mousse de avelã zero açúcar da Valor. Delicioso e macio, derreteu pela massa.

7) O suco de laranja é puro mesmo, sem água, ok?

8) Usei o adoçante culinário da lowçúcar, mas você pode usar qualquer um que seja com a mesma proporção de adoçante pra açúcar que funciona. A menina é pouquinha mesmo, porque o panetone é um pão, e o sabor do pão é menos doce.

9) Se você quiser, pode fazer uma cobertura de ganache e despejar por cima do panetone e polvilhar com farofa de castanhas. Vai ficar perfeito 😉

10) É importante manter a temperatura do forno sempre a mesma, 180º, para garantir que não queimem antes de assar. No forno aqui de casa, assou em 30 minutos.

11) Se você não tiver batedeira, mas tiver disposição, pode sim bater a massa na mão, sovando bem. É uma massa esponjosa e pesadinha, mas com uma colher de pau dá pra bater até ela agregar tudo. Depois você sova como quem faz pão e agrega no fim as uvinhas e o chocolate. O negócio é sovar bem para ativar o glúten, ok?

12) Fazer seu próprio panetone é uma coisa que dá um orgulho grande demais 🙂 E a melhor parte foi que minha mãe super amou e aprovou a fornada! Enquanto ia postando no instagram a receita ficando pronta, minha irmã já pedindo o dela… cozinhar tem tudo a ver com o natal, a família se unindo em prol do sabor 😀

13) Ah, e aqui tem o vídeo da receita do site do Tal e Qual para quem tiver dúvida no passo a passo:

Bolo de Chocolate Delícia ou o retorno do Jedi :)

20131016_105827_Anne

 

Cof! Cof! Cof! É, o blog andava meio empoeirado, sem postagens. Peço desculpa a vocês, mas a espera pela GVT continua. Como a cozinha não ficou parada, resolvi não deixar mais que as visitas improdutivas dos técnicos que não conseguem instalar minha internet atrapalhem o andamento das postagens. Como todo retorno deve ser celebrado, nada mais comemorativo do que um belo bolo de chocolate 🙂

Desde que comecei a me aproximar da dieta Dukan e pensar em algumas receitinhas, procurava o ponto ideal de um bolo com os ingredientes permitidos na dieta, mas que tivesse jeito de bolo mesmo, sabe como é? Porque vamos combinar que a gente sabe que farinha de trigo não é a melhor coisa do mundo para a dieta, mas que na hora de preparar bolos e massas ela faz falta, isso ela faz! Porque tem muita receita que a gente faz substituindo que até fica boa, mas tem outras que você come para não estragar os ingredientes. Daí, imaginem a minha felicidade quando essa receita ficou muito boa 🙂 Chegar ao ponto em que ele fica molhadinho, fofinho, delicioso, ah, não tem preço! É tetra! É felicidade suprema, é de sentar no pé do fogão e comer com aquele gosto que só a gulodice dá! E o melhor é que a receita é bem fácil 🙂

 

20131016_105726_Anne

Bolo de Chocolate Delícia

Ingredientes:

2 ovos

2 xícaras de água

1 e 1/4 de xícara de adoçante culinário

1 xícara de fibra de soja

1 xícara de farelo de trigo

1/4 de xícara de achocolatado diet

5 colheres de sopa de leite em pó

1 colher de sopa de cacau

1 colher de sopa de fermento químico em pó

1 colher de sopa de essência de baunilha (ou de chocolate)

Modo de Fazer:

1. Unte a forma com manteiga e farelo de trigo. Pré-aqueça o forno em 240º.

2. Numa vasilha grande misture todos os ingredientes secos: o farelo de trigo, a fibra de soja, o leite em pó, o cacau, o achocolatado, o adoçante culinário e o fermento. Reserve.

3. Num liquidificador, bata os ovos, a água e a essência de baunilha.

4. Despeje a mistura aos poucos na tigela em que estão os ingredientes secos e vá mexendo até incorporar bem. A massa vai ficar bem pesada, mas mexa bem para que tudo fique bem agregado.

5. Passe a massa para a forma e leve ao forno por cerca de 30 minutos. Você vai saber que ele está bom pelo cheiro que invade a casa e também poque ele estará fofinho, mas firme ao toque.

6. Retire do forno e tadã! Pode até comer quente mesmo 🙂

20131016_110007_Anne

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Se você não tiver fibra de soja, pode usar farinha de trigo mesmo ou outra farinha de sua preferência.

2. Farelo de trigo pode ser encontrado com o nome de fibra de trigo.

3. Esse bolo fica delicioso se você recheia ele com leite condensado diet 😀 #vaigordinha

4. Você pode ainda distribuir a massa em forminhas de cupcake, fazendo assim porções individuais prontinhas pros lanches.

5. Como dica da cobertura, ainda, você pode fazer um pudim diet daqueles já prontos, sabe qual é? Gosto do de caramelo 🙂

6. Esse bolo ficou super gostoso, assim num nível de eu ter que esconder de mim mesma, porque tudo era motivo preu pegar um pedaço 🙂

7. Muito bom estar de volta, espero que vocês gostem da receita e deixem suas impressões nos comentários!

Bolo de Granola

image

Além de morar com Ricardo, a quem eu sempre faço referência nas receitas por dividirmos os horários de uso da cozinha e provas de pratos, moro também com uma menina chamada Dani. Desde que Dani veio morar conosco, ela começou a mudar alguns hábitos na alimentação. Reduziu pães, doces e refrigerantes, aumentou os carboidratos complexos, se apaixonou pelo cuscuz no café da manhã e até topou o desafio de incluir muitas saladas na hora do jantar.

De uns tempos pra cá, ela resolveu procurar um coach de dieta e exercícios. Esse coach mudou a dieta dela e incluiu coisas como whey protein, albumina em pó e até maltrodextrina. Só que, por se tratar de uma alimentação mais restrita, Dani começou a enjoar ou ter dificuldades para conciliar a hora das refeições e os horários de estudos/trabalho. Um dia, conversando na cozinha, ela me comenta disso e eu sugiro fazer biscoitinhos ou um bolo incluindo o que ela podia comer, balanceando a receita.

Ela topou e lá fui eu ensinar a Dani a fazer bolo. Dentre os nossos experimentos culinários, surgiu esse bolo de granola. Ele é bastante rico em fibras e proteínas, o que colabora para a saciedade e para a digestão. Além disso, a granola dá um “recheio” bem gostoso e distribuído pela massa, fazendo com que cada pedaço tenha alguma coisa diferente: uvas passa, frutas secas, castanha, aveia em grãos… Essa receita rende um bolo bem grande, um bolo de granola bem “maromba”. Nós assamos num refratário de vidro retangular médio, mas com bordas altas. O cheiro era uma coisa pela casa 🙂
image

Bolo de Granola

Ingredientes:

3 ovos

1 e 1/2 xícara de adoçante culinário (ou substituto)

2 colheres de sopa de manteiga

1 xícara de farelo de trigo

1 xícara de farelo de aveia

1/2 xícara de albumina em pó sabor baunilha (opcional)

1 e 1/2 xícara de leite desnatado

1 colher de sopa de essência de baunilha

1 colher de sopa de fermento

1/2 xícara de granola zero açúcar

Modo de Fazer:

1. Pré-aqueça o forno a 180º e unte uma forma grande com azeite.

2. No liquidificador, bata os ovos, a manteiga e o adoçante até formarem um creme bem homogêneo.

3. Acrescente a essência de baunilha e 1/2 xícara de leite. Bata bem.

4. Coloque o farelo de trigo, a aveia e comece a bater. A massa estará bem grossa, então vá acrescentando o restante do leite aos poucos.

5. Acrescente a albumina e bata bem, para que tudo fique integrado na massa.

6. Coloque a colher de fermento e dê apenas algumas batidas usando a função pulsar.

7. Desligue o liquidificador, despeje a granola na massa e mexa com uma colher ou espátula.

8. Despeje a massa na forma untada e leve ao forno médio por cerca de 30 minutos ou até que esteja dourado e firme ao toque. O aroma vai te dar indicações de quando ele estive no ponto.

9. Apague o forno e deixe a porta entreaberta para que o bolo vá esfriando gradativamente.

10. Prontinho!

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Se você não quiser, não precisa acrescentar a albumina em pó. Colocamos porque era um dos ingredientes da dieta da Dani e que ela tinha dificuldades para administrar na rotina. A albumina deixará o bolo mais firme. Se você quiser um bolo bem firme e não tiver albumina em pó, acrescente mais 1 ovo.

2. Usamos granola zero açúcar, mas você pode usar a de sua preferência.

3. Se não utilizar adoçante na sua rotina, acrescente a mesma quantidade de açúcar demerara.

4. Para adaptar esse bolo para a dieta dukan, basta não colocar a granola e substituir a manteiga por 2 colheres de requeijão zero ou light.

5. Você pode, ainda, no lugar da albumina em pó, acrescentar whey protein. Deixa a massa fofinha e de quebra amplia a quantidade de proteínas da receita.

6. Se preferir, você pode substituir a granola por um mix de castanhas, ou frutas secas. Aqui vai a sua imaginação e criatividade =)

7.  Esse bolo tem uma vantagem de agir na saciedade. Você pode dividir em fatias e levar para o lanche ou usar de pré-treino, a depender de sua dieta.

8. É interessante que você use farelo de aveia, não os flocos. O farelo é mais rico em fibras e com menos índice de carboidratos. Mas se você só tive flocos ou preferir os flocos, pode fazer com ele, fica muito boa.

Gelatina de Hibisco

image

Ando apaixonada pelo chá de hibisco tem já um tempo. Ele é super gostosinho, suave, com um azedinho lááá no final. Além de ser uma delícia, esse chá é super amigo da cintura, graças ao seu efeito termogênico, seu auxílio na digestão e a ajuda para evitar a retenção de líquido. Em resumo: uma coisa linda de Deus! Costumo fazer 1 litro do chá, adoçar, deixo na geladeira e passo o dia tomando. Virou o mais novo amor!

image

Tem um tempo li em algum lugar que não lembro qual sobre gelatina de hibisco. Fiquei com essa informação na cabeça e a curiosidade de saber se dava certo. Nunca lembrava de comprar a gelatina sem sabor para me aventurar com essa ideia. Daí, tem um tempo comprei, mas foi passando e esquecia de fazer. Ontem fiz meu chá como sempre, mas resolvi aproveitar para transformar a curiosidade em experimento. E o resultado foi só um: DELÍCIA!
image

Gelatina de Hibisco

Ingredientes:

500 ml de água

1 colher de sopa de flores de hibisco desidratadas

1/2 pacote de gelatina em pó incolor e sem sabor

Adoçante

 

Modo de Fazer:

1. Coloque a água para ferver numa panela.

2. Quando estiver fervendo, apague o fogo e coloque as flores de hibisco e tampe. Deixe em infusão por cerca de 10 minutos.

3. Enquanto isso, prepare a gelatina incolor de acordo com as instruções do envelope.

4. Adoce o chá a seu gosto.

5. Misture o chá já adoçado com a gelatina sem sabor.

6. Leve à geladeira até endurecer.

7. Prontinho 🙂

 

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Essa gelatina fica com um gosto marcante, mas bem suave. Delícia pra comer no café da manhã ou de sobremesa.

2. Uma ideia de sobremesa com apresentação bonita e combinação deliciosa é servir com iogurte, como na foto. Eu usei iogurte natural desnatado, mas você pode usar o iogurte de sua preferência. E pra enfeitar, aproveitei petalinhas das flores que serviram pra infusão do chá.

3. Você pode ainda bater a gelatina e o iogurte e levar na geladeira para adquirir consistência de flan.

4. Essa gelatina é de hibisco, mas você pode seguir a lógica da receita e fazer com o chá de sua preferência. Tenho certeza que com chá de amoras ou frutas vermelhas também deve ficar ótimo.

5. Gelatina faz super bem para pele, cabelos e unhas, além de ser uma ótima opção de sobremesa para se ter sempre pronta na geladeira. Praquelas horas em que a gente quer comer um docinho, mas não quer deixar o projeto biquini de lacinhos de lado =)

6. Essa ideia é mais uma daquelas “sem açúcar e com afeto”, ou seja, super funciona de fazer e servir para os amigos, pro boyzinho ou pra boyzinha, para a mãe da gente ❤

7. Já disse que ficou muito boa? 🙂

8. Ah, eu compro as flores desidratadas pro chá de hibisco numa loja de produtos naturais lá no centro. Compro 100g por R$ 2,50 e rende muuuuuuuuiito chá 🙂

Frozen Yogurt Delícia

image

Agora vamos falar de coisa boa? Quando eu era criança, meu sonho, dentre outros, era ter uma iogurteira Top Therm. Bastava Aracy aparecer no programa da Kátia Fonsêca falando da iogurteira e das maravilhas que a iogurteira e os iogurtes fariam por você. Para mim, fazer iogurte era quase um rito secreto, uma mágica que só daria certo se ligássemos dentre os 50 primeiros e conseguíssemos mais fermentos de brinde na compra da iogurteira.
image

O tempo passou e eu descobri que para ter seu próprio iogurte tudo de que você precisa é uma certa dose de paciência, leite e um outro iogurte natural. Pois é! E acredite, funciona!! Tendo o iogurte pronto, um novo universo de possibilidades se abria diante de mim: o que fazer com ele? Claro, porque a pessoa olha o iogurte natural e pensa num universo de coisas possíveis. Posso dar sabor, posso tomar puro, usar nas receitas, bater com fruta… enfim, muitas ideias passaram pela minha cabeça. No entanto, como essa fazia tempos que eu queria testar, resolvi que faria Frozen Yogurt, Yogo pros íntimos 🙂 E, olha, ficou bom demais! Ainda mais que um ~sorvetinho~ sempre cai bem, ainda mais se ele for amigo da dieta e do projeto biquini de lacinho 🙂

image

 

Frozen Yogurt Delícia

 

Ingredientes:

2 potes de iogurte natural desnatado

2 colheres de leite em pó desnatado

4 colheres de adoçante culinário (mas se você só tiver das gotinhas, vai esse mesmo)

1 colher das de café de essência de baunilha

 

Modo de Fazer:

1. Numa tigela ou vasilha que tenha tampa, coloque o iogurte com soro e tudo.

3. Acrescente o leite em pó e misture bem com a colher ou fouet. Se tiver um mixer a mistura fica mais homogênea.

2. Adicione o adoçante e mexa bem.

3. Coloque a essência de baunilha e misture para que fique beeem incorporado.

4. Leve ao congelador por 1 hora.

5. Retire do congelador, ele terá formado alguns cristais de soro e água. Dê uma misturada nele, para que tudo se integre.

6. Leve de volta ao congelador por mais 30 minutos.

7. Misture novamente tudo para integrar bem.

8. Leve ao congelador até que solidifique.

9. Está pronto seu Yogo Delícia 🙂

image

 

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Eu usei adoçante culinário, mesmo sem a mistura ir ao fogo, por uma questão de textura. Como o adoçante é em pó e meio flocadinho (usei Tal e Qual), a textura fica mais cremosa.

2. Se você quiser o frozen ainda mais cremoso, pode usar iogurte grego light ao invés do natural desnatado. Só tenha cuidado pois o iogurte grego já vem adoçado (e com açúcar!!), então prove o sabor para ver quanto de adoçante/açúcar precisa colocar.

3. Se você tiver outra essência que não seja a de baunilha, também pode usar.

4. Usei raspa de casca de limão para enfeitar e também agregar gostinho sem calorias.

5. Você pode ainda misturar o iogurte com geleia de morango e fazer seu frozen com saborzinho de fruta e os pedacinhos. Se não tiver da de morango, vale a geleia que você tenha em casa.

6. Na hora de servir, tire um pouquinho antes para dar uma derretidinha e pronto, só aproveitar 🙂

7. Ah, iogurte faz bem pra pele e pra digestão, além de ser um alimento ótimo. Então, o bom do frozen é comer um alimento com gostinho de sobremesa. 🙂

8. Essa receita, a depender da sua vontade de comer frozen, rende para duas pessoas. Então já pode se fazer de gourmet e impressionar o boyzinho ou a boyzinha ❤