Bolo de Chocolate Delícia ou o retorno do Jedi :)

20131016_105827_Anne

 

Cof! Cof! Cof! É, o blog andava meio empoeirado, sem postagens. Peço desculpa a vocês, mas a espera pela GVT continua. Como a cozinha não ficou parada, resolvi não deixar mais que as visitas improdutivas dos técnicos que não conseguem instalar minha internet atrapalhem o andamento das postagens. Como todo retorno deve ser celebrado, nada mais comemorativo do que um belo bolo de chocolate 🙂

Desde que comecei a me aproximar da dieta Dukan e pensar em algumas receitinhas, procurava o ponto ideal de um bolo com os ingredientes permitidos na dieta, mas que tivesse jeito de bolo mesmo, sabe como é? Porque vamos combinar que a gente sabe que farinha de trigo não é a melhor coisa do mundo para a dieta, mas que na hora de preparar bolos e massas ela faz falta, isso ela faz! Porque tem muita receita que a gente faz substituindo que até fica boa, mas tem outras que você come para não estragar os ingredientes. Daí, imaginem a minha felicidade quando essa receita ficou muito boa 🙂 Chegar ao ponto em que ele fica molhadinho, fofinho, delicioso, ah, não tem preço! É tetra! É felicidade suprema, é de sentar no pé do fogão e comer com aquele gosto que só a gulodice dá! E o melhor é que a receita é bem fácil 🙂

 

20131016_105726_Anne

Bolo de Chocolate Delícia

Ingredientes:

2 ovos

2 xícaras de água

1 e 1/4 de xícara de adoçante culinário

1 xícara de fibra de soja

1 xícara de farelo de trigo

1/4 de xícara de achocolatado diet

5 colheres de sopa de leite em pó

1 colher de sopa de cacau

1 colher de sopa de fermento químico em pó

1 colher de sopa de essência de baunilha (ou de chocolate)

Modo de Fazer:

1. Unte a forma com manteiga e farelo de trigo. Pré-aqueça o forno em 240º.

2. Numa vasilha grande misture todos os ingredientes secos: o farelo de trigo, a fibra de soja, o leite em pó, o cacau, o achocolatado, o adoçante culinário e o fermento. Reserve.

3. Num liquidificador, bata os ovos, a água e a essência de baunilha.

4. Despeje a mistura aos poucos na tigela em que estão os ingredientes secos e vá mexendo até incorporar bem. A massa vai ficar bem pesada, mas mexa bem para que tudo fique bem agregado.

5. Passe a massa para a forma e leve ao forno por cerca de 30 minutos. Você vai saber que ele está bom pelo cheiro que invade a casa e também poque ele estará fofinho, mas firme ao toque.

6. Retire do forno e tadã! Pode até comer quente mesmo 🙂

20131016_110007_Anne

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Se você não tiver fibra de soja, pode usar farinha de trigo mesmo ou outra farinha de sua preferência.

2. Farelo de trigo pode ser encontrado com o nome de fibra de trigo.

3. Esse bolo fica delicioso se você recheia ele com leite condensado diet 😀 #vaigordinha

4. Você pode ainda distribuir a massa em forminhas de cupcake, fazendo assim porções individuais prontinhas pros lanches.

5. Como dica da cobertura, ainda, você pode fazer um pudim diet daqueles já prontos, sabe qual é? Gosto do de caramelo 🙂

6. Esse bolo ficou super gostoso, assim num nível de eu ter que esconder de mim mesma, porque tudo era motivo preu pegar um pedaço 🙂

7. Muito bom estar de volta, espero que vocês gostem da receita e deixem suas impressões nos comentários!

Pão Caseiro de Fibras e Ervas

image

Já tem um tempo que tenho procurado alternativas caseiras e gostosas para o pãozinho do café da manhã. Depois de testar muitas receitas, ir e voltar, cheguei a uma que realmente me agradou. Esse pão rende bastante e tenho feito sanduíche todo dia com ele, fiquei fã mesmo da receita. Acho que te tudo que você muda quando faz dieta, o mais complicado é conseguir uma receita que substitua o pão e que realmente agrade, não é verdade?

image

Então, é de amar e divulgar quando a gente consegue uma receita que supera a expectativa, e cujo custo é bem baixo em relação aos benefícios. Essa receita é rica em fibras e proteínas, com um baixo teor de carboidratos. Por ter um alto teor de fibras, ela ajuda na digestão e na saciedade, o que é ótimo. Ah, para aqueles que fazem a dieta Dukan, essa receita é válida para todas as fases da dieta 🙂

image

Pão Caseiro de Fibras e Ervas

Ingredientes:

3 ovos grandes

1 xícara de fibra de soja

1/2 xícara de fibra de trigo

1/2 xícara de farelo de aveia

300ml de leite

1 colher de sopa de fermento em pó

1 colher de sopa de cebola desidratada

1 colher de chá de alho em pó

1 colher de chá de orégano desidratado

1 colher de chá de alecrim desidratado

Sal a gosto

Modo de Fazer:

1. Pré-aqueça o forno e, se for o caso, unte sua forma.

2. Numa tigela, coloque os ovos e bata bem até espumar. Pode bater com o garfo, o fouet ou a batedeira.

3. Acrescente a fibra de soja, a fibra de trigo e o farelo de aveia aos poucos, mexendo bem para que se integrem.

4. Vá acrescentando o leite aos poucos e mexendo, para que a massa fique homogênea.

5. Adicione sal, a cebola desidratada, o alho em pó, o orégano, o alecrim e o fermento em pó. Mexa bem.

6. Adicione sal a seu gosto.

7. Despeje na fôrma e leve ao forno médio por cerca de 30 minutos, ou até que esteja bem firme ao toque.

8. Apague o forno e está pronto 🙂

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Você pode temperar o pão a seu gosto, de acordo com sua preferência de ervas e sabores. Adoro essa mistura dos temperos desidratados, acho que eles harmonizam super bem com a massa do pão, dando um sabor maravilhoso.

2. Como disse, ando bem fã de fazer meu próprio pão, porque escolho o que vai nele. Já cheguei a fazer essa mesma proporção de receita usando apenas fibra de soja e ficou muito bom.

3. Essa massa fica um pouco grossa, por isso prefiro bater na mão ou com a batedeira, já que no liquidificador precisaria acrescentar mais líquido para que ele conseguisse processar. Se você tiver um processador de alimentos, pode usá-lo para a mistura.

4. Esse pão fica ótimo para sanduíches e para comer com geleia também, mesmo estando temperado com ervas e sendo salgado.

5. Essa mistura de farinhas e farelos pode ser substituída por outras farinhas de sua preferência, como por exemplo farinha de coco, de berinjela, até mesmo por farinha de trigo integral. As substituições ficam de acordo com seu paladar e permissões da dieta.

6. Usei uma forma de pão de silicone, assim não precisei untar nem usar gordura na massa, mas se você quiser, pode acrescentar 1 colher de azeite de oliva na massa, Esse azeite vai perfumar a massa e também ajuda a não grudar, se for usar uma forma convencional.

7. Essa massa fica bem leve e se você preferir pode peneirar os ovos, para garantir que não fique com nenhum cheirinho. Na hora de batê-los, vale ainda colocar 1 colher de sopa de água. Isso fará com que não fique com o cheirinho de ovo que algumas pessoas mais sensíveis tendem a sentir. Ah, e vale usar esse truque em qualquer receita, até no omelete.

8. Já falei que ficou bom demais? 🙂 Espero que vocês façam e apreciem seu pão tanto quanto eu aprecio o meu. Rico em fibras e muito gostoso, nem sinto saudade de pão de forma.

9. Ah, essa receita rendeu cerca de 24 fatias como as da foto, que são entre média e finas. Se você preferir, pode fazer fatias mais grossinhas 🙂

10. Esse pão deve ser conservado na geladeira, tá? Na hora de comer, vale aquecer na chapa 🙂

Gelatina de Hibisco

image

Ando apaixonada pelo chá de hibisco tem já um tempo. Ele é super gostosinho, suave, com um azedinho lááá no final. Além de ser uma delícia, esse chá é super amigo da cintura, graças ao seu efeito termogênico, seu auxílio na digestão e a ajuda para evitar a retenção de líquido. Em resumo: uma coisa linda de Deus! Costumo fazer 1 litro do chá, adoçar, deixo na geladeira e passo o dia tomando. Virou o mais novo amor!

image

Tem um tempo li em algum lugar que não lembro qual sobre gelatina de hibisco. Fiquei com essa informação na cabeça e a curiosidade de saber se dava certo. Nunca lembrava de comprar a gelatina sem sabor para me aventurar com essa ideia. Daí, tem um tempo comprei, mas foi passando e esquecia de fazer. Ontem fiz meu chá como sempre, mas resolvi aproveitar para transformar a curiosidade em experimento. E o resultado foi só um: DELÍCIA!
image

Gelatina de Hibisco

Ingredientes:

500 ml de água

1 colher de sopa de flores de hibisco desidratadas

1/2 pacote de gelatina em pó incolor e sem sabor

Adoçante

 

Modo de Fazer:

1. Coloque a água para ferver numa panela.

2. Quando estiver fervendo, apague o fogo e coloque as flores de hibisco e tampe. Deixe em infusão por cerca de 10 minutos.

3. Enquanto isso, prepare a gelatina incolor de acordo com as instruções do envelope.

4. Adoce o chá a seu gosto.

5. Misture o chá já adoçado com a gelatina sem sabor.

6. Leve à geladeira até endurecer.

7. Prontinho 🙂

 

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Essa gelatina fica com um gosto marcante, mas bem suave. Delícia pra comer no café da manhã ou de sobremesa.

2. Uma ideia de sobremesa com apresentação bonita e combinação deliciosa é servir com iogurte, como na foto. Eu usei iogurte natural desnatado, mas você pode usar o iogurte de sua preferência. E pra enfeitar, aproveitei petalinhas das flores que serviram pra infusão do chá.

3. Você pode ainda bater a gelatina e o iogurte e levar na geladeira para adquirir consistência de flan.

4. Essa gelatina é de hibisco, mas você pode seguir a lógica da receita e fazer com o chá de sua preferência. Tenho certeza que com chá de amoras ou frutas vermelhas também deve ficar ótimo.

5. Gelatina faz super bem para pele, cabelos e unhas, além de ser uma ótima opção de sobremesa para se ter sempre pronta na geladeira. Praquelas horas em que a gente quer comer um docinho, mas não quer deixar o projeto biquini de lacinhos de lado =)

6. Essa ideia é mais uma daquelas “sem açúcar e com afeto”, ou seja, super funciona de fazer e servir para os amigos, pro boyzinho ou pra boyzinha, para a mãe da gente ❤

7. Já disse que ficou muito boa? 🙂

8. Ah, eu compro as flores desidratadas pro chá de hibisco numa loja de produtos naturais lá no centro. Compro 100g por R$ 2,50 e rende muuuuuuuuiito chá 🙂

Frittata de Camarão

image

Frittata é um prato de origem italiana, que nada mais do que misturar os ovos junto dos demais ingredientes e assar numa caçarola. De onde eu venho, no Ceará, frittata se chama carinhosamente de malassada, e mesmo tendo esse nome característico, é feita da mesma forma. Nada mais é do que uma omelete em que se assa recheio e massa junto, sem fazer aquela omelete estilo crepe, que é mais comum. É o famoso tudo junto e misturado.

Frittata é bom porque é um prato rápido, leve e você pode aproveitar sobras que tenha na geladeira para deixar o recheio ainda mais caprichado. Comumente ela leva algum tipo de queijo, legumes, vegetais… e o que mais a criatividade permitir. Tem um tempo, ganhei uns camarões daqueles pequenininhos e ainda estava em dúvida sobre o que fazer com eles. Foi quando veio essa ideia da frittata/malassada. Na receita, um pouco de tudo e muitas especiarias para realçar o sabor e perfumar a receita. Comidinha prática para aqueles dias em que não temos muito tempo de fazer almoço. Ah, e dá pra fazer e deixar na geladeira. A receita rende entre 2 e 4 porções, depende do quanto seu apetite te diga para comer 🙂
image

Frittata de Camarão

Ingredientes:

4 ovos

1 xícara de camarões

1 cenoura pequena em cubos

1/2 pimentão

1/2 cebola roxa

2 colheres de sopa de ricota

1 colher de chá de fermento em pó químico

Pimenta do reino moída

Manjericão desidratado

Orégano

Alecrim

Sal

Alho

Azeite

image

Modo de Fazer:

1. Corte a cebola, o pimentão e a cenoura em cubinhos. Pique o alho na faca.

2. Numa frigideira antiaderente, coloque só um pinguinho de azeite e espalhe com um guardanapo de modo a untar toda a extensão da frigideira.

3. Refogue o alho picado, a cebola e o pimentão junto com os camarões. Coloque um pouquinho de água, só para que o camarão cozinhe levemente. Quando a água evaporar apague o fogo e reserve.

4. Numa tigela, com o garfo ou fouet, bata os ovos até que espumem bem. Misture a ricota e mexa bem. Acrescente a cenoura e refogado de camarão com cebola, pimentão e alho.

5. Adicione sal, pimenta, manjericão, alecrim e orégano a seu gosto.

6. Adicione o fermento e misture bem.

7. Aqueça a mesma frigideira em que você refogou os camarões e despeje a mistura.

8. Abaixe o fogo e tampe a frigideira para que a mistura cresça.

9. Vá checando o cozimento. Quando as bordas estiverem douradinhas e se soltando, e o meio estiver firme, sua frittata está pronta.

10. Retire da frigideira com o auxílio de uma espátula e é só comer 😉

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Você pode fazer um molhinho com requeijão e catchup para colocar por cima.

2. Se você tiver e quiser, pode ainda acrescentar um pouco de brócolis e couve-flor na mistura da frittata.

3. Pode substituir a ricota por um queijo que você prefira. Pode ser por queijo de coalho ou por muçarela. Basta que você corte ou rale, para que os pedaços se espalhem pela massa.

4. Se quiser, você pode trocar os camarões por frango desfiado. Refoga do mesmo jeito e segue a sequência de montagem, Fica delícia!

5. Na geladeira, a frittata sobrevive bem por uns 3 dias na prateleira de cima. Então, rola ainda de preparar pensando naquela marmita esperta. Na hora de comer, micro por uns 30 segundos ou 1 minuto et voilà!!

6. O bom da frittata é que ela já vira uma refeição completa, a depender do que você use de recheio. Você pode ainda acompanhar com aquela bela salada ou mesmo o feijão com arroz de cada dia.

7. Amo essa receita pela praticidade, porque ovo é aquele alimento fast food. Quando nada mais existe, o ovo aparece pra salvar sua fome e o tanto de coisa possível é emocionante 😉

Iogurte Light Caseiro e Cremoso

image

Já deu para notar que iogurte tem sido um item queridinho na minha cozinha nos últimos tempos, não é mesmo? Acontece que não tem como não amar algo que é gostoso, que vira um ingrediente versátil para várias receitas (sim, ainda vai ter mais =] ) e que, ainda por cima, faz um bem danado para saúde. ❤ É muito amor em um potinho, não é mesmo? E quando a gente mesma faz nosso iogurte? Aí é amor verdadeiro, amor eterno 🙂

Gosto um bocado de iogurte, e como já deve ter ficado claro, nada me emociona mais num mercado do que etiquetas de promoção em produtos que eu gosto. É tipo natal fora de época, é como se fosse feriado no meio da semana. Outro dia, além de fazer a louca dos farelos, eu fiz também a louca do iogurte e as imagens podem provar. Porque iogurte é bom, mas anda bem caro nas prateleiras. Daí, você vai passando e descobre que está por 50% do preço e que não são aqueles que vão vencer daí 15 minutos, não, eram iogurtes com uma validade pra daí 15 dias. O que eu fiz? Nem titubeei, enchi o carrinho e fiz um verdadeiro estoque de guerra, porque ninguém nunca sabe o dia de amanhã 🙂
image

Junto desse estoque de guerra, veio aquele pensamento empreendedor-saudável-pirangueiro que só a falta de dinheiro te faz ter: e se eu aproveitasse para fazer meu próprio iogurte? Com essa ideia ainda maturando na cabeça, resolvi pesquisar na internet sobre o assunto. Depois de algumas leituras, fui ali no mercado, comprei o que faltava e testei a primeira vez. O resultado? Iogurte!!! Feito por mim e com a emoção alquimista de transformar elementos. Mas faltava ainda um pouco mais de cremosidade… foi então que veio a ideia dessa receita de hoje. Quando ficou pronta e cremosa, foi a felicidade suprema 🙂
image

Iogurte Light Caseiro e Cremoso

Ingredientes:

1 litro de leite desnatado

1 pote de iogurte natural desnatado

2 colheres de leite em pó desnatado

image

Modo de Fazer:

1. Coloque o leite numa panela e deixe aquecer até quase ferver, mas não deixe ferver.

2. Apague o fogo, espere que ele esfrie um pouco. Ele deve ficar numa temperatura que dê para colocar o dedo e contar uns 10 segundos sem se queimar.

3. Separe uma 4 colheres desse leite numa vasilha e dissolva as 2 colheres de leite em pó desnatado nele.

4. Quando o leite da panela estiver na temperatura certa, despeje o pote de iogurte natural desnatado com soro e tudo. Mexa bem até que ele se dissolva e a mistura fique homogênea.

5. Acrescente o leite em pó dissolvido e misture bem.

6. Transfira a mistura toda para um pote com tampa ou refratário com tampa.

7. Embrulhe esse pote com panos de prato, de modo a que ele fique bem embalado.

8. Agora guarde o pote do seu iogurte num local sem corrente de vento, nem luminosidade. Eu uso o forno (desligado!!) ou o microondas. É importante que ninguém abra o local ou toque na vasilha, para não estragar o iogurte.

9. A mistura deve ficar fermentando por umas 18 horas lá dentro.

10. Passado esse prazo, está pronto seu iogurte! 🙂 Só adoçar a seu gosto e aproveitar!

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Esse é o jeito mais simples de fazer o iogurte, mas se você quiser, pode procurar nessas casas de produtos naturais os fermentos lácteos para preparação do iogurte também.

2. Lembre-se de guardar um pouco do iogurte para que da próxima vez você use dele na receita.

3. Essa mistura rendeu 6 potinhos com cerca de 160g, cada

4. Com o iogurte pronto, você pode usar frutas ou geleia para bater com ele e ter um iogurte frutado.

5. Pode ainda frazer o frozen yogurt delícia que eu postei outro dia 🙂

6. Outro uso ótimo é para fazer uma sobremesa com gelatina. Prepara a gelatina de sua preferência, bate com o iogurte e leva na geladeira para pegar consistência.

7. Gosto também de usar como molho de salada. Misturo com algumas especiarias, uma pitadinha de sal et voilà!

8. Sabia que além de gostoso, o iogurte ajuda na saciedade, na digestão e de quebra ainda ajuda na dieta?

9. Uma das vantagens de fazer seu próprio iogurte, além de brincar de alquimista e ter o orgulho de comer algo feito por você mesmo, é o fator custo-benefício. Você tem um produto mais barato e com menos conservantes.

10. Ainda dá para usar o seu iogurte em receitas de pães, bolos, panquecas… é só usar a criativade 🙂

Torta Fria de Atum com Requeijão

image

Ultimamente tem dias em que, devido às demandas da vida prática, acabo preferindo comer pela universidade ao invés de vir pra casa almoçar. Isso porque vir em casa sempre acaba demorando mais do que deveria, porque você lembra de uma coisa ou outra por fazer e quando vê, o tempo foi embora. Pensando nesses dias em que tenho de comer fora, comecei a estudar, dentro das possibilidades da minha dieta e das condições que tenho para a conservação da marmitinha, quais comidas seriam mais adequadas.

Na universidade, não tenho ao meu dispor um microondas nem uma copa. Mas existe um frigobar que muito ajuda a conservar um lanche esperto ou marmitinha. Só que isso faz com que na hora do almoço, a comida esteja gelada… Então pensei numa receita que fosse feita justamente para comer assim. Noutro dia dei a receita do Nhoque Protéico, feito com proteína isolada de soja. Aquela massa acaba sendo uma massa versátil e resolvi expandir as possibilidades de uso dela. E o resultado ficou bem legal.

image

Torta Fria de Atum com Requeijão

Ingredientes:

1 receita de massa de nhoque protéico

1 lata de atum light em água

2 colheres de requeijão light

3 colheres de ricota fresca

Sal

Pimenta do reino

Páprica Picante

Orégano

Alecrim

Modo de Fazer:

1. Pré-aqueça o forno em 250º. Prepare a massa de proteína isolada de soja do jeito que eu explico no post do nhoque protéico.

2, Com um rolo de macarrão ou uma garrafa limpa, abra a massa.

3. Forre o fundo e as laterais de um refratário pequeno com a massa.

4. Leve ao forno por cerca de 5 a 10 minutos. Não deixe passar disso, senão fica borrachuda.

5. Retire a massa do forno e deixe esfriando. Enquanto isso, prepare o recheio.

6. Numa frigideira anti-aderente, coloque o atum com água da conserva e tudo.

7. Acrescente o sal, a páprica, a pimenta do reino e o orégano. Tudo a seu gosto.

8. Acrescente o requeijão light, mexa bem e espere que seque um pouco da água, para que fique bem cremoso.

9. Apague o fogo e despeje essa mistura na massa. Espalhe bem.

10. Pegue a ricota e esfarele, até que fique com um jeito de queijo ralado grosso.

11. Polvilhe a ricota por cima da torta e em seguida polvilhe o alecrim.

12. Agora é só deixar na geladeira e se servir da torta 🙂

image

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Usei atum como recheio mas você pode usar outra opção, como frango desfiado ou mesmo carne moída, tenho certeza de que ficará delicioso.

2. Essa receita é pequena, ela rende duas porções. Se você quiser uma torta maior, duplique ou triplique a receita.

3. Se você quiser, pode usar 2 latas de atum ao invés de só 1, aí é só deixar secar a água por mais tempo e acrescentar 1 colher a mais de requeijão.

4. Costumo congelar a ricota e ralar ela no ralo fino. Depois de ralada, você pode ainda polvilha um tiquinho de sal, pra dar uma saborizada. Fica ótima e até parece que você tá comendo parmessão hahahah #cêjura

5. Se você quiser e sua dieta permitir, pode usar parmesão ou mussarela ao invés da ricota. Ou outro queijo de sua preferência. Só lembrando que, como a torta é fria, o queijo tem de ser legal de comer sem derreter.

6. Caso prefira pratos quentes e tenha um microondas à disposição, você pode levar a torta por 30 segundos no micro. Só não deixe passar disso, pois a massa pode ficar borrachudinha. No meu micro em potência máxima, bastaram 15 segundos e ela já tava morninha, e manteve a textura macia.

7. A torta fica bem gostosa e sacia bem. Você pode ainda acompanhá-la com uma boa saladinha 🙂

8. Lembrando que essa tortinha é low carb e low fat, super do bem pro projeto biquini de lacinho avançar 🙂 #agoravai

Frozen Yogurt Delícia

image

Agora vamos falar de coisa boa? Quando eu era criança, meu sonho, dentre outros, era ter uma iogurteira Top Therm. Bastava Aracy aparecer no programa da Kátia Fonsêca falando da iogurteira e das maravilhas que a iogurteira e os iogurtes fariam por você. Para mim, fazer iogurte era quase um rito secreto, uma mágica que só daria certo se ligássemos dentre os 50 primeiros e conseguíssemos mais fermentos de brinde na compra da iogurteira.
image

O tempo passou e eu descobri que para ter seu próprio iogurte tudo de que você precisa é uma certa dose de paciência, leite e um outro iogurte natural. Pois é! E acredite, funciona!! Tendo o iogurte pronto, um novo universo de possibilidades se abria diante de mim: o que fazer com ele? Claro, porque a pessoa olha o iogurte natural e pensa num universo de coisas possíveis. Posso dar sabor, posso tomar puro, usar nas receitas, bater com fruta… enfim, muitas ideias passaram pela minha cabeça. No entanto, como essa fazia tempos que eu queria testar, resolvi que faria Frozen Yogurt, Yogo pros íntimos 🙂 E, olha, ficou bom demais! Ainda mais que um ~sorvetinho~ sempre cai bem, ainda mais se ele for amigo da dieta e do projeto biquini de lacinho 🙂

image

 

Frozen Yogurt Delícia

 

Ingredientes:

2 potes de iogurte natural desnatado

2 colheres de leite em pó desnatado

4 colheres de adoçante culinário (mas se você só tiver das gotinhas, vai esse mesmo)

1 colher das de café de essência de baunilha

 

Modo de Fazer:

1. Numa tigela ou vasilha que tenha tampa, coloque o iogurte com soro e tudo.

3. Acrescente o leite em pó e misture bem com a colher ou fouet. Se tiver um mixer a mistura fica mais homogênea.

2. Adicione o adoçante e mexa bem.

3. Coloque a essência de baunilha e misture para que fique beeem incorporado.

4. Leve ao congelador por 1 hora.

5. Retire do congelador, ele terá formado alguns cristais de soro e água. Dê uma misturada nele, para que tudo se integre.

6. Leve de volta ao congelador por mais 30 minutos.

7. Misture novamente tudo para integrar bem.

8. Leve ao congelador até que solidifique.

9. Está pronto seu Yogo Delícia 🙂

image

 

Dicas Pra Lamber os Dedos:

1. Eu usei adoçante culinário, mesmo sem a mistura ir ao fogo, por uma questão de textura. Como o adoçante é em pó e meio flocadinho (usei Tal e Qual), a textura fica mais cremosa.

2. Se você quiser o frozen ainda mais cremoso, pode usar iogurte grego light ao invés do natural desnatado. Só tenha cuidado pois o iogurte grego já vem adoçado (e com açúcar!!), então prove o sabor para ver quanto de adoçante/açúcar precisa colocar.

3. Se você tiver outra essência que não seja a de baunilha, também pode usar.

4. Usei raspa de casca de limão para enfeitar e também agregar gostinho sem calorias.

5. Você pode ainda misturar o iogurte com geleia de morango e fazer seu frozen com saborzinho de fruta e os pedacinhos. Se não tiver da de morango, vale a geleia que você tenha em casa.

6. Na hora de servir, tire um pouquinho antes para dar uma derretidinha e pronto, só aproveitar 🙂

7. Ah, iogurte faz bem pra pele e pra digestão, além de ser um alimento ótimo. Então, o bom do frozen é comer um alimento com gostinho de sobremesa. 🙂

8. Essa receita, a depender da sua vontade de comer frozen, rende para duas pessoas. Então já pode se fazer de gourmet e impressionar o boyzinho ou a boyzinha ❤